Blog

Site sem stress

Enviado por: Gautio | Em: 19 / junho / 2013 | 0 Comentários

Há muito tempo, gostaria de refletir sobre o porquê de muitos clientes chegarem até nós traumatizados com a última experiência de desenvolver um website. Muitos gastam mais de 6 meses, quando não um ano, mergulhados no desenvolvimento do site.

Nós, da Gautio, com experiência na criação de sites há mais de 10 anos, conhecemos todo o processo.

Desde uma simples página bem diagramada com foco no resultado que o cliente pretende atingir, até o desenvolvimento de conteúdos completos com portfólio de produtos, solicitação de orçamentos, compartilhamento de informações, exportação de dados via banco de dados.

 

Sabemos também que vendemos algo difícil de ser visualizado antecipadamente. Primeiramente, o cliente precisar ter uma grande empatia com o representante da agência e confiar que o trabalho será executado com assertividade e trará um excelente design associado a tecnologia.

A organização das informações (texto, imagens, banners e botões).

O FRONT END, não precisa somente dar o recado, como também trazer consigo um BACK END (programação) de ponta bem feito e com o SEO organizado e atualizado.

É importante lembrar que estamos tratando de algo que tem validade e requer conhecimento apropriado e um olhar apurado para futuras (e necessárias) mudanças. Com o tempo, a linguagem do site, agregada à tecnologia, vai precisar de ajustes e upgrades.

Se foi difícil entender tudo isso, pense no desespero de muitos clientes ao sentar em nossas mesas.

Falamos de áreas administrativas, arquitetura digital, navegabilidade, discorremos sobre tipos de programação, plataformas, versões de hospedagem, executar ou não uma campanha de AdWords (principal serviço de publicidade da Google), como mensurar as vistas ao seu website e o que fazer com elas, porque estar no google+ e no facebook.

Ufa!

É um verdadeiro mundo de perguntas digitais que precisam ser compreendidas.

Entendo perfeitamente o desespero, mas o recado que quero dar vem agora!

Sem o envolvimento do cliente, sem o pleno entendimento das etapas e de todo o processo, o site está fadado a ficar vazio, a conclusão poderá levar mais de 6 meses e o resultado final ser frustrante.

Entendo que o cliente não é obrigado a conhecer plataformas, tipos de programação e como serão feitas as análises de visitas, por exemplo. Mas é preciso ter claro o que deseja e o que espera do seu site. Convém entender o funcionamento da navegação (o mínimo possível), caso contrário o site corre o risco de ficar com a cara da agencia e não da empresa. Portanto, caro cliente-amigo, tenha consciência de quanto você é responsável pelo resultado final do seu site.

Este post não é para condenar ninguém e sim oferecer dicas na hora de criar um novo site.

Essa tarefa não pode (e não deve) ser um bicho de sete cabeças.

 

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • del.icio.us
  • email
  • Google Bookmarks

Fazer um comentário